Uma das mais consistentes produtoras de Montalcino.

“Ao longo dos últimos anos, a San Polo vem emergindo como um das mais consistentes produtoras de Montalcino. Seus vinhos são precisos, suculentos e altamente sedutores já no lançamento.” (Antonio Galloni, Robert Parker/Wine Advocate #207).

 

“Depois de Valpolicella, terra do Amarone e nosso berço; depois de Bolgheri, nossa primeira e fascinante etapa toscana; a natural continuação da nossa viagem era Montalcino, era o Brunello. Nosso destino era San Polo. A ideia de San Polo é clara: valorizar ao máximo as potencialidades do terroir; buscar a qualidade extrema; oferecer para a nossa empresa e para os nossos clientes algo especial e uma prestigiosa oportunidade de desenvolvimento graças aos excelentes vinhos de Montalcino.” (Allegrini Estates)

 

A Allegrini adquiriu a San Polo em 2007, abraçando o desafio de produzir vinhos em Montalcino e ampliando seus empreendimentos vitivinícolas na Toscana, iniciados com a fundação da Poggio Al Tesoro, em Bolgheri. O objetivo da Allegrini, que já começa a mostrar belos e convincentes resultados, é transformar a San Polo em uma das melhores casas de Montalcino.

 

A San Polo é uma vinícola boutique. Possui 22 hectares, dos quais 16 estão plantados com vinhedos, cuja densidade varia de 4 mil a 7 mil vinhas por hectare, o que garante baixa produção e alta qualidade. Desses 16 hectares, apenas 8 estão registrados sob a classificação Brunello di Montalcino DOCG. Todo o vinhedo é cultivado com insumos orgânicos e a colheita é integralmente manual.

 

Além do cuidado extremo no vinhedo, a nova adega de San Polo também fascina. Para não macular a beleza da paisagem e o meio ambiente local, a adega foi toda construída abaixo da terra. Com isso, sua temperatura é perfeita e naturalmente estável. A porosidade das pedras utilizadas na construção da sala de barricas regula a acumulação de umidade perfeitamente. Como resultado, a adega foi oficialmente declarada ecológica, ambiental e economicamente sustentável pela agência CasaClima®.

 

San Polo é Allegrini em Montalcino! Certeza de vinhos com alta qualidade e elegância!

 

www.poggiosanpolo.com

O que nós Importamos
  • San Polo Brunello di Montalcino DOCG
    O Brunello é produzido com uvas dos vinhedos San Polo e Montluc localizados em Podernovi (450msnm.) no distrito de Montalcino. O solo é argilo-calcário e pedregoso, e as vinhas têm idade média de 20 anos. O Brunello di Montalcino é um dos ícones da vitivinicultura da Itália e do mundo, graças à sua qualidade e longevidade. Sobre o San Polo Brunello di Montalcino 2008, Antonio Galloni escreveu na Wine Advocate/Robert Parker #207: “...nos últimos anos, o ponto forte da San Polo tem sido a consistência, evidenciada nesse grande vinho.”
    Ficha Técnica
  • San Polo Rosso di Montalcino DOC
    O Rosso é produzido com uvas de uma parcela do vinhedo com cerca de 3ha. localizado em Podernovi (450msnm.) no distrito de Montalcino. O solo é argilo-calcário e pedregoso, e as vinhas têm idade média de 14 anos. O Rosso di Montalcino é considerado o irmão menor do Brunello, mas, com a vantagem de não necessitar de longa guarda para ser apreciado. Sobre o San Polo Rosso di Montalcino 2010, Antonio Galloni escreveu na Wine Advocate/Robert
    Parker #207: “...um vinho que se destaca pelo seu excepcional equilíbrio e elegância.”
    Ficha Técnica
  • San Polo Governo Toscana IGT
    O Governo é produzido com uvas das colinas da zona de Pisa (250-350msnm). Os solos são predominantemente calcários e pedregosos com média profundidade. A técnica de vinificação do Governo se inspira no Palazzo della Torre, ou seja, faz uso de duas fermentações. A 1ª de uvas frescas colhidas no início de setembro. A 2ª com as uvas postas a desidratar por cerca de 2 meses, também colhidas no inicio de setembro. O resultado é um
    vinho original, que une maciez e fruta doce da uva passita aos taninos e acidez da Sangiovese.
    Ficha Técnica
  • San Polo Rubio Toscana IGT
    O Rubio é produzido com uvas de vinhedos (300-450msnm) que circundam a famosa colina de Montalcino. Os solos são argilo-calcários e pedregosos, e as vinhas têm idade média de 12 anos. Ainda que possa ser guardado por alguns anos, pois tem estrutura para isso, é produzido para o consumo cotidiano. Sobre o Rubio 2011, Antonio Galloni escreveu na Wine Advocate/Robert Parker #207: “Os leitores à procura de um delicioso tinto toscano com boa relação preço-qualidade vão encontrar muito do que gostar nesse vinho.”
    Ficha Técnica