O maior proprietário de vinhedos Grand Cru da Côte D’Or.

A família Latour se dedica à viticultura desde o século XVII (mesmo antes da fundação da vinícola) e vem construindo, geração após geração, um Domaine singular na Borgonha, que soma hoje 48 hectares. O Domaine Louis Latour é o maior proprietário de vinhedos da Côte d’Or classificados como Grand Cru, com um total de quase 30 hectares.

 

Formalmente fundada em 1797, a Louis Latour é uma empresa familiar com uma história consolidada, que construiu sua reputação com base no equilíbrio entre tradição e inovação e se tornou reconhecida internacionalmente pela qualidade dos seus brancos e tintos.

 

As uvas produzidas nos vinhedos próprios do Domaine Louis Latour são vinificadas na histórica adega construída em 1834 no Château Corton Grancey, em Aloxe-Corton. Trata-se da primeira adega planejada construída na França e a mais antiga ainda em operação. Distribuída em níveis no interior de uma suave colina, a adega é composta por um sistema que permite ao processo de vinificação o uso da força da gravidade para movimentar uvas, mostos e vinhos; eliminando, assim, a agressividade e eventual oxidação decorrente de bombeamentos.

 

A Louis Latour foi uma das pioneiras na produção de vinhos de qualidade a partir das uvas Chardonnay e Pinot Noir fora das fronteiras da Borgonha. Seus Chardonnays produzidos na região de Ardèche (desde 1979) e o Pinot Noir produzido nas colinas da Provence em Côteaux du Verdon (desde 1989) vêm conquistando crescente prestígio e mercados pela excelente qualidade, raramente encontrada fora da Borgonha.

 

E, mais recentemente, em 2012 a Louis Latour, seguindo seu caminho visionário, descobriu e investiu em um outro promissor e excitante terroir para a produção de Pinot Noir. Trata-se da região chamada Pierres Dorées (pedras douradas), localizada no sul de Beaujolais e formada por suaves colinas e solos de argila e pedra calcária.

 

Caso raro no mundo do vinho, a Louis Latour leva ao extremo o controle de qualidade do carvalho que utiliza. A casa possui a sua própria tanoaria, onde produz todos os tonéis e barricas de carvalho usados em suas adegas.

 

Em 1997 a vinícola celebrou seu bicentenário e foi admitida no exclusivo “Club Hénokiens”, restrito apenas a empresas líderes em seus segmentos de mercado, que permaneçam familiares, que tenham uma história de ao menos 200 anos e ainda possuam o nome de seu fundador. Só existem, aproximadamente, 40 dessas empresas no mundo atualmente!

 

www.louislatour.com

O que nós Importamos
  • Louis Latour Corton-Charlemagne Grand Cru
    501901 - 750 ml
    Após os danos provocados pela phylloxera no final do século XIX, foi a família Latour que tomou a decisão, hoje celebrada, de erradicar as videiras mortas de Aligoté e Pinot Noir e replantar sua parcela (hoje soma 11ha.) do vinhedo de Corton-Charlemagne com Chardonnay. O vinhedo está situado na melhor área da colina de Corton, onde sua posição sul-sudeste garante máxima exposição aos raios de sol. Um dos melhores brancos do mundo!
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Château Corton Grancey Grand Cru
    Cód. 501801 - 750 ml
    A comuna de Aloxe-Corton é o berço da família Louis Latour e local onde cultivam a vinha e produzem vinhos há mais de 250 anos. Produzido apenas nas safras em que a Pinot Noir atinge níveis perfeitos de amadurecimento, o Corton Grancey é feito com uvas de 5 Grand Crus do Domaine Latour: “Les Bressandes”, “Les Chaumes”, “Les Pougets”, “Les Perrières”, e “Les Grèves”, todos com vinhas antigas em torno de 40 anos.
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Gevrey-Chambertin 1er. Cru
    501803 - 750 ml
    Gevrey-Chambertin é a principal comuna vitivinícola do norte da Côte de Nuits. Possui solo rico em pedra-calcária e está situada a apenas 10 km. da cidade de Dijon. As características que definem este 1er. Cru são sua estrutura firme, riqueza de fruta e sutis notas terrosas, o que requer uma certa guarda para que o vinho passe a expressar inteiramente suas virtudes.
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Aloxe-Corton 1er. Cru “Les Chaillots”
    501802 - 750 ml
    A comuna de Aloxe-Corton é o berço da família Louis Latour e local onde cultivam a vinha e produzem vinhos há mais de 250 anos. Chaillots significa calhau (pedra de seixo), característica marcante do terroir do excepcional vinhedo 1er. Cru que dá origem a este vinho. Os vinhos de Aloxe-Corton costumam aliar a finesse da Côte de Beaune, sua região, com a estrutura firme dos vinhos da Côte de Nuits, ao norte.
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Puligny-Montrachet 1er. Cru
    501903 - 750 ml
    O fato de muitos vinhedos 1er. Cru de Puligny-Montrachet possuírem o mesmo tipo de solo e a mesma exposição de seus vizinhos, faz com que eles mereçam atenção especial. A Maison Latour seleciona com muito critério a matéria-prima 1er. Cru que integra seu Puligny-Montrachet, escolhendo apenas as uvas de vinhedos que apresentam ótima maturidade e consistência durante anos. O vinho resultante é um delicioso e típico Puligny-Montrachet.
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Meursault-Blagny 1er. Cru “Château de Blagny”
    501902 - 750 ml
    O Meursault-Blagny do “Château de Blagny” é um vinho exclusivo, um Monopole da Maison Louis Latour. O Château de Blagny, com seus solos ricos em calcário originados no período jurássico, está localizado nas colinas sobre as comunas de Meursault e Puligny-Montrachet.
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Nuits-Saint-Georges
    501814 - 750 ml
    Nuits-Saint-Georges é a vila mais ao sul da Côte de Nuits. Os Nuits-Saint-Georges são vinhos robustos e elegantes, que requerem alguns anos de guarda (5-7) para expressarem as finas nuanças da Pinot Noir. O nome Nuits-Saint-Georges é mundialmente famoso. Em homenagem ao herói do conto “Da Terra à Lua”, de Jules Verne, os astronautas da Apollo XV abriram uma garrafa de Nuits-Siant-Georges na Lua e batizaram de Saint-George uma de suas crateras.
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Chassagne-Montrachet Rouge
    501810 - 750 ml
    Esse é um raro tinto produzido exclusivamente com uvas Pinot Noir da comuna de Chassagne-Montrachet, localizada no sul da Côte de Beaune. Chassagne-Montrachet e sua vizinha Puligny-Montrachet são famosas por seus Grand Crus, sendo o mais famoso o Montrachet. No entanto, além dos grandes brancos, Chassagne-Montrachet também produz excelentes vinhos tintos, com estrutura que lembram os tintos da Côte de Nuits.
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Marsannay
    501811 - 750 ml
    Classificado entre os Top 100 da revista Wine Spectator em 2008 (com a safra 2005), esse Borgonha é produzido exclusivamente com uvas de Marsannay, a comuna que marca a “porta norte” da Côte d'Or a partir de Dijon, capital da Borgonha e casa dos Duques da Borgonha. Os vinhos de Marsannay são geralmente vividos e robustos, características influenciadas pelo solo rico em ferro. Marsannay recebeu status de AOC recentemente, em 1987.
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Pouilly-Fuissé
    501910 - 750 ml
    Pouilly-Fuissé é o nome da zona que produz os melhores Chardonnays da sub-região de Mâconnais. Os vinhedos que produzem esse vinho localizam-se onde solos ricos em pedra calcária se encontram com solos de argila, formando uma linda paisagem e um terroir único. Para expressar fielmente a pureza das uvas de Pouilly-Fuissé, esse vinho fermenta e amadurece em tanques de aço inoxidável.
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Chablis
    501911 - 750 ml
    Chablis é uma “ilha” de vinhedos isolada na porção mais ao norte da Borgonha, entre Dijon e Paris. O Chablis da Maison Louis Latour é um grande exemplo do que a nobre uva Chardonnay é capaz de produzir nas famosas colinas de solo calcário dessa bela e famosa região.
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Bourgogne Rouge “Cuvée Latour”
    501820 / 501840 - 750 ml / 375 ml
    Produzido com uvas de vinhedos da porção sul da Côte-d’Or, complementadas por uvas dos distritos de Santenay e Auxey-Duresses, blend que confere ao Cuvée Latour um caráter típico dos tintos da Côte de Beaune.
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Bourgogne Blanc “Cuvée Latour”
    501921 - 750 ml / 375 ml
    A base do Cuvée Latour Blanc é produzida com uvas da famosa Côte-d’Or (vilas de Meursault, Puligny e Chassagne), complementadas pela untuosidade das uvas da Côte Chalonnaise, resultando num autêntico Borgonha branco, com consistência e finesse.
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Beaujolais-Villages
    501821 - 750 ml
    Produzido com uvas de 35 vinhedos do norte de Beaujolais, onde predominam solos ricos em granito e xisto rosado, e segundo a tradicional técnica de Beaujolais, a maceração carbônica. Por esta técnica, os cachos vão inteiros para o tanque de fermentação, que é “selado” por uma camada de CO2, impedindo a entrada do oxigênio. A fermentação é iniciada por enzimas (não leveduras!) no interior das próprias bagas. Resultado: vinho super frutado, fresco e sedoso!
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Pinot Noir Domaine de Valmoissine – Côteaux du Verdon
    501812 - 750 ml
    O Domaine de Valmoissine está situado nas colinas da Provence, nas terras do antigo monastério e universidade de Valmoissine. Com vinhedos plantados em solo argilo-calcário a 500 msnm., as uvas têm garantidas a insolação perfeita do sul da França e temperaturas amenas durante as noites de verão, que são proporcionadas pela altitude e pelas brisas do Mediterrâneo. Um excelente terroir para produção de Pinots cheios de fruta madura!
    Ficha Técnica
  • Louis Latour Chardonnay Grand Ardèche – Côteaux de l’Ardèche
    501922 - 750 ml
    Mesmo mantendo sua imagem de produtor tradicional, a Maison Louis Latour é uma das mais inovadoras da Borgonha. Visando expandir seus negócios, em 1979 a Maison Louis Latour escolheu o vale do rio Ardèche, com seus solos argilosos e ricos em pedra calcária, como a região ideal para produzir grandes Chardonnays além-Borgonha.
    O Grand Ardèche é tratado e produzido como se fora um Cru Classé da Côte-d’Or.
    Ficha Técnica